segunda-feira , 25 outubro 2021

MacBook Pro pode ganhar telas com maior resolução, indica sistema

O próximo MacBook Pro pode receber um display com resolução maior que a oferecida atualmente pela Apple. É o que indica o lançamento da sétima versão beta do sistema operacional macOS Monterey, cujo código aponta novas definições de imagem que não fazem parte de nenhum dispositivo atual ou antigo da fabricante. Com isso, espera-se que a tecnologia seja implementada nos laptops de 14 e 16 polegadas, que poderiam ser lançados até o fim do ano.

Os arquivos internos do macOS Monterey mostram que as novas resoluções são elencadas como “3456 x 2234 Retina” e “3024 x 1964 Retina”. O menu “Graphics/Displays” localizado no aplicativo Informações do Sistema da versão beta ainda lista outras resoluções que integram uma série de outros produtos da maçã.

As atuais versões do MacBook Pro apresentam resolução nativa menor do que as que foram encontradas no arquivo do sistema. O modelo de 13 polegadas contém 2560 x 1600, enquanto o dispositivo com 16 polegadas possui 3072 x 1920. Com isso, a densidade de pixels por polegada dos computadores atualmente é de 227 ppi (13″) e 226 ppi (16″).

Caso as novas resoluções descobertas sejam implementadas na linha de notebooks da maçã de 2021, a quantidade de pixels por polegada também deve aumentar, o que resultaria em melhor qualidade de imagem dos dispositivos. A quantidade de ppi nos novos displays poderia ultrapassar 250 e também permitiria a utilização da 2x Retina como configuração padrão.

A nova geração do MacBook Pro prevista para este ano poderá ainda apresentar outras mudanças. Segundo um rumor reforçado pelo analista de mercado Ming-Chi Kuo, os computadores podem chegar com telas de mini LED, a mesma tecnologia que foi implementada no iPad Pro de 12,9 polegadas, anunciado em abril. A produção dos displays com a tecnologia foi confirmada por fornecedores da Apple.

As novidades ainda apontam que os notebooks podem integrar um novo chip chamado de M1X, que seria uma evolução do atual M1. Outros destaques importantes seriam o retorno do MagSafe, bem como das interfaces de leitor de cartões microSD e HDMI. Os laptops podem ainda perder a Touch Bar, o recurso que substituiu as teclas de funções dos portáteis da maçã.

 

 

Verificar também

Melhores notebooks para trabalho: sete modelos para o home office em 2021

Notebook para trabalho é um equipamento indispensável para quem está em esquema de home office. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *