terça-feira , 16 agosto 2022

Qual iPhone tem a melhor câmera? Entenda as opções de fotografia

/ Apple

O iPhone 13 finalmente chegou ao Brasil e, de acordo com a Apple, a nova geração de celulares traz a melhor câmera já vista em um telefone da marca. As melhorias nos sensores já aparecem desde os modelos básicos, mas será nas versões Pro e Pro Max que os usuários poderão usufruir dos maiores atributos do novo conjunto fotográfico, como será mostrado a seguir.

Tanto o iPhone 13 Pro quanto o Pro Max contam com câmera tripla, que trabalha em conjunto com o sensor LiDAR, capaz de fazer um mapeamento 3D. Isso resulta em maior qualidade fotográfica em ambientes de baixa luminosidade ou em imagens com o fundo desfocado. Outra novidade é o Modo Cinema que permite mudar o foco durante as gravações.

Os melhores, ao menos em 2021: Pro
O arranjo fotográfico do iPhone 13 Pro e do iPhone 13 Pro Max é dividido da seguinte forma:

Principal de 12 MP (ƒ/1.5)
Ultra-angular de 12 MP (ƒ/1.8)
Teleobjetiva de 12 MP (ƒ/2.8)
Frontal de 12 MP (ƒ/2.2)
De acordo com o site especializado em fotografia DxOMark, a câmera tripla das versões Pro e Pro Max do iPhone 13 marcaram 137 pontos nos testes, posicionando-se entre as melhores do mercado. A qualidade geral é parecida com a vista nas versões profissionais do iPhone 12, de 2020, mas há melhorias em praticamente todos os aspectos com a implementação do novo processador A15 Bionic. Apesar da evolução das câmeras traseiras, o sensor frontal de 12 MP deixa a desejar, com poucas novidades.

As câmeras traseiras do iPhone 13 Pro e Pro Max também trazem zoom ótico de até 6x, além de estabilização automática de imagem, que desloca os sensores das lentes com o objetivo de alcançar a maior nitidez possível. Ainda que o conjunto não conte com um sensor exclusivo para fotos macro, a função está presente no telefone da Apple, que consegue capturar detalhes de objetos a apenas 2 cm de distância – tanto em fotografias quanto em vídeos. O recurso tem sido muito elogiado pela imprensa estrangeira.

Isso se deve ao fato de a abertura da lente ultra wide agora ser de ƒ/1.8, ante o ƒ/2.4 do modelo anterior. Esse termo se refere à abertura do diafragma, que é o local em que a luz passa pela lente. Quanto menor for o número ao lado da letra “f”, maior será a entrada de luminosidade. E isso possibilita a otimização do foco, que é um fator fundamental nas imagens feitas de perto. O ângulo de visão de 120º do sensor é outro elemento que auxilia nesse processo.

Os três sensores das versões Pro do iPhone 13 também evoluíram no tamanho e agora contam com 3,75 mm de espessura, mais do que o dobro da versão anterior, com 1,75 mm. O novo formato tem por objetivo captar uma maior quantidade de luz em menor tempo, e deve resultar em fotografias mais nítidas, especialmente em ambientes de baixa luminosidade.

Pela primeira vez, o iPhone conta com Modo Noite em todas as câmeras, inclusive na teleobjetiva, que serve para fotografar objetos distantes. De acordo com a fabricante, o zoom ótico é de 3x, com alcance de até 6x.

A Apple incluiu novidades de software, como a quarta geração do Smart HDR, ferramenta que faz correções automáticas nas partes excessivamente claras ou escuras das imagens. Também entra em cena a função de Estilos Fotográficos, que opera de maneira similar aos filtros utilizados nas redes sociais e em programas de edição, oferecendo diferentes opções de cores e formatos predefinidos, que podem ser personalizados.

Gravação de vídeos
Assim como ocorreu na parte fotográfica, a gravação de vídeos também evoluiu no iPhone 13 Pro e no iPhone 13 Pro Max. Os modelos agora contam com o chamado Modo Cinema, que permite transpor o foco durante as filmagens ou mesmo ao editar os conteúdos, possibilitando o efeito que a Apple chama de profundidade de campo.

Isso significa que agora é possível desfocar o plano que não estiver sendo utilizado, o chamado efeito bokeh, palavra que em japonês significa “borrão”. Tal ferramenta é comumente vista nos filmes Hollywoodianos, mas começou a chegar somente agora nos celulares na maçã.


O recurso pode atuar automaticamente, com a inteligência artificial do próprio aparelho identificando qual plano deverá ficar em destaque, a depender do que estiver ocorrendo na cena, como falas ou movimentações. O usuário pode refazer os ajustes mesmo depois que o vídeo estiver gravado.

Vale lembrar que a câmera das versões Pro do iPhone permitirem gravação em 4K a até 60 quadros por segundo, com possibilidade de otimização de brilho e com da imagem por meio do acionamento das ferramentas HDR e Dolby Vision. No entanto, no Modo Cinema a resolução máxima permitida é de 1080 pixels a 30 quadros por segundo.

Outro recurso inovador nos iPhone 13 Pro e Pro Max é a possibilidade de gravação em ProRes, formato que, assim como o Apple ProRaw para fotos, é utilizado de maneira profissional para a captura de vídeos. O grande diferencial dessa ferramenta voltada para editores e cinegrafistas é conseguir comprimir as imagens chamadas “brutas”, que são ricas em detalhes e geralmente ocupam muito espaço, porém sem perder qualidade.

Outra possibilidade de filmagem dos celulares da Apple é o modo de câmera lenta a 1080 pixels (Full HD) a até 240 quadros por segundo, que permite estabilização e foco automático durante o chamado time-lapse. Além disso, também é possível fotografar enquanto grava vídeos em 4K além de a captação de som ser no formato estéreo. Os codecs utilizados para a gravação são HEVC e H.264.

Para obter todos esses atributos, o usuário terá que abrir o bolso. Isso porque o valor do iPhone 13 Pro, que conta com tela de 6,1 polegadas, começa em R$ 9.299 na versão de 128 GB. Já o modelo Pro Max, que se diferencia pelo display maior, com 6,7 polegadas, além da bateria mais potente, custa a partir de R$ 10.939 na Amazon. Para ambos, há quatro opções de cores disponíveis: azul, prateado, dourado ou grafite.

Confira todas as versões dos aparelhos:

iPhone 13 Pro 128 GB: R$ 9.299
iPhone 13 Pro 256 GB: R$ 9.545
iPhone 13 Pro 512 GB: R$ 11.991
iPhone 13 Pro 1 TB: R$ 13.999
iPhone 13 Pro Max 128 GB: R$ 10.939
iPhone 13 Pro Max 256 GB: R$ 11.957
iPhone 13 Pro Max 512 GB: R$ 13.991
iPhone 13 Pro Max 1 TB: R$ 14.099

Também são muito bons: 13 e 13 Mini
A câmera traseira é um dos principais recursos de diferenciação entre os iPhone 13 e iPhone 13 Mini e os modelos Pro, detalhados acima. Diferentemente dos modelos mais caros, as versões mais simples do telefone da Apple não possuem o sensor com a lente teleobjetiva, além de terem especificações diferentes de abertura do diafragma. O único elemento fotográfico em comum entre os quatro smartphones é a câmera frontal, de 12 MP.

O arranjo fotográfico do iPhone 13 e do iPhone 13 Mini fica assim:

Principal de 12 MP (ƒ/1.5)
Ultra wide de 12 MP (ƒ/1.8)
Frontal de 12 MP (ƒ/2.2)
De acordo com a Apple, o conjunto duplo de 12 MP com as lentes agora posicionadas em 45º traz o maior sensor já usado na câmera principal da marca, além do mais rápido sensor na ultra wide. Assim como nos modelos Pro, o módulo fotográfico também traz estabilização ótica por deslocamento de sensor, o que deve proporcionar fotografias com maior nitidez.

Além disso, a câmera dupla do iPhone 13 e iPhone 13 Mini conta com o Modo Cinema, que pode desfocar a imagem durante gravações de vídeo, e com o recurso Estilos Fotográficos, que personalizam filtros predefinidos. Essas versões, entretanto, não trazem fotos em macro e o zoom ótico é de apenas 2x.

Confira todas as versões dos aparelhos:

iPhone 13 128 GB: R$ 7.199
iPhone 13 256 GB: R$ 8.199
iPhone 13 512 GB: R$ 10.599
iPhone 13 Mini 128 GB: R$ 6.599
iPhone 13 Mini 256 GB: R$ 7.599
iPhone 13 Mini 512 GB: R$ 9.599
Vale lembrar que o iPhone 13 conta com tela de 6,1 polegadas, enquanto no iPhone 13 Mini o display é de 5,4 polegadas. São cinco as cores disponíveis para ambos: azul, rosa, branco, preto e vermelho.

Verificar também

Perdeu seus dados? Calma que a Soluciomática vai te ajudar!

UNIDADES CENTRO E BARRA! ORÇAMENTO SEM COMPROMISSO! ATENDIMENTO IMEDIATO!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.